Collab entre Artivist e Baile do Ganja fecha 2020 e abre 2021 com puro charme.

Por Thalita Facciolo

O longo ano de 2020 marcado pela pandemia mundial chegou ao fim, e é o momento também de exaltar as boas iniciativas e cultivar o que sustentou o afeto, o amor e, claro, a arte! 

Dentre as magnitudes culturais do ano que passou, deste que ainda comeca na batalha, de interações quase que totalmente virtuais (ou, assim esperávamos que fosse), o Baile do Ganja, promovido e estrelado pelo mestre produtor Daniel Ganjaman em seu canal na Twitch TV, foi sem dúvidas inovador no quesito eventos virtuais! Isto porque começou despretensiosamente – nas palavras do próprio Ganja – e se tornou um movimento constante com uma legião fiel de frequentadores/as! Surgiu com o isolamento e pelo jeito vai durar muito além dele!

Para quem não saca, Ganjaman é engenheiro de áudio, produtor e músico com mais de 25 anos de carreira. Produziu e trabalhou ao lado de artistas como Criolo, Planet Hemp, Otto, Nação Zumbi, Sabotage e Curumim. Para nós é uma honra ter rolado esse drop feito exclusivamente para o Baile, parceria que contou também com a participação do ilustrador Tomás Spicolli. As peças podem ser conferidas aqui (link).

E tem mais: 25% do lucro das vendas será revertido para a “graxa”, como é conhecida a galera da equipe técnica, que sofreu bastante os impactos da pandemia. Que ano maluco foi esse!

E como é que o Baile do Ganja surgiu? 

Pois é, imaginamos que você está curiose com a história deste movimento, e o mestre Ganja contou tudo pra gente. Aconteceu que ele estava planejando lançar um festival chamado Amazônias quando tudo deslanchou e o coronavírus chegou. Nessas de ter que se adaptar, a equipe passou parte da programação pro mundo virtual e o Ganja resolveu abrir o evento com um DJ Set que com certeza foi foda!

E a vibe foi tão boa que ele ficou a fim de tocar de novo, e de novo, até que migrou de vez para a Twitch TV e aí o movimento do Baile acabou se formando sozinho. Nas palavras do Ganja:

“Era começo de pandemia, então teve muito a ver com a ligação entre as pessoas, com o afeto, com a necessidade da gente se conectar mesmo estando à distância. E claro que o baile veio como uma forma da gente buscar alternativas de entretenimento, de troca, tendo a música como catalisadora. Foi uma forma que eu encontrei também de incentivar as pessoas a ficarem em casa, num momento em que a gente sabia que tava muito complicado, e que continua complicado.“

Em 2020, a Twitch TV investiu na música brasileira e ganhou destaque, e tem sido uma alternativa cada vez mais explorada pelos artistas. A plataforma, antes usada principalmente por gamers, tem vários recursos interativos que fazem toda a diferença para a integração dos seguidores. 

Nesse 2021 e o Baile segue firme, com uma rede de frequentadores que estão hoje na média de 400 online e 1200 que passam por lá a cada edição. Rola toda sexta, sábado e domingo às 21h no canal do Ganja na Twitch (https://www.twitch.tv/danielganjaman).

E aí, já tá com seu perfil da Twitch criado e o drop na mão? Nos vemos no Baile!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *